30 de janeiro de 2017

AVIVAMENTO OU MOVIMENTO? COMO OS IDENTIFICAR?




Nunca na história da Igreja se falou tanto em avivamento quanto nos tempos atuais, mas com o crescimento pentecostal surgiu outra palavra bem conhecida a saber o Movimento, movimento esse que se se camufla entre os pentecostais "avivados" e tira de forma consciente ou inconsciente a ordem do culto, o apóstolo Paulo teve que escrever duas cartas para a igreja de Corinto sobre esses eventos que ocorria naquela igreja: ele escreveu: [...] façam questão de que tudo seja feito com ordem e decência (1 Co 14:40 NBV), ela (igreja), achava se avivada, mas não passava de um movimento carnal ( 1 Co 3.1)
O texto escolhido vai nos trazer lições extraordinárias sobre oque e avivamento e oque e movimento.

1 Reis: 18.28-39
28. E eles clamavam em altas vozes e, conforme o SEU COSTUME, se retalhavam com facas e com lancetas, até correr o sangue sobre eles.
29. Também sucedeu que, passado o meio dia, PROFETIZARAM eles até a hora de que se OFERECEU O SACRIFÍCIO da tarde. Porém não houve voz; ninguém respondeu, nem atendeu.
30. Então Elias disse a todo o povo: CHEGAI-VOS  a mim. E todo o povo se chegou a ele. E Elias reparou o ALTAR do Senhor, que havia sido derrubado.
31.Tomou DOZE PEDRAS, conforme o número das tribos dos filhos de Jacó, ao qual viera a palavra do Senhor, dizendo: Israel será o teu nome;
32. e com as pedras edificou o ALTAR em nome do Senhor; depois fez em redor do altar um REGO, em que podiam caber duas medidas de semente.
33. Então armou a LENHA, e DIVIDIU o novilho em pedaços, e o pôs sobre a lenha, e disse: Enchei de água QUATRO CÂNTAROS, e derramai-a sobre o holocausto e sobre a lenha.
34. Disse ainda: fazei-o segunda vez; e o fizeram segunda vez. De novo disse: Fazei-o terceira vez; e o fizeram terceira vez.
35. De maneira que a água corria ao redor do altar; e ele encheu de água também o rego.
36. Sucedeu pois que, sendo já hora de se oferecer o sacrifício da tarde, o profeta Elias se chegou, e disse: ó Senhor, Deus de Abraão, de Isaque, e de Israel, seja manifestado hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que conforme a tua palavra tenho feito todas estas coisas.
37. Responde-me, ó Senhor, responde-me para que este povo conheça que tu, ó Senhor, és Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração.
38. Então caiu FOGO do SENHOR, e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, e o pó, e ainda lambeu a água que estava no rego.
39. Quando o povo viu isto, prostraram-se todos com o rosto em terra e disseram: O SENHOR É DEUS! O SENHOR É DEUS!

Elias profeta de Deus sabia que a adoração dos "profetas" de baal era uma adoração morta e não passava de mais um dia de movimento, por isso ele zomba deles (1Rs 18.27)  Sucedeu que, ao meio-dia, Elias zombava deles, dizendo: Clamai em altas vozes, porque ele é um deus; pode ser que esteja falando, ou que tenha alguma coisa que fazer, ou que intente alguma viagem; talvez esteja dormindo, e necessite de que o acordem.
Mais então o que é avivamento  e quais os elementos que o compõe ?
Avivamento vem do verbo avivar que no hebraico (hayar-תית ) significa:

*PRESERVAR -- quando o avivamento e proveniente de Deus ele sempre vai preserva o cristão na verdade, na palavra etc.(acréscimo nosso)
*MANTER VIVO -- vivos na presença do Eterno, o avivamento e a manifestação de que estamos vivendo para Deus e em Deus (Ef 2.5) (acréscimo nosso)
Usado sempre para:
*PURIFICAR - quem é avivado é limpo e santo. Em At 2.15-16 Pedro defende a pureza e santidade dos cristãos avivados (acréscimo nosso)
*CORRIGIR -- um cristão avivado ama a correção. O sábio nos diz em Pv 1.23, 9.8 (acréscimo nosso)
*LIVRAR DO MAL -- Josafá desfrutou de um avivamento que lhe trouxe um grande livramentro de um mal eminente. 2Cr 20.14-15 (acréscimo nosso)

Esse verbo aparece cerca de 250 vezes no AT, nas quais 55 estão no grau gramatical hebraico conhecido como Piel, que expressa uma ação ativa intensiva, neste sentido sempre indica uma obra ativa e intensiva de Deus, como vemos nos textos a seguir.
Habacuque 3.2 [..] aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos; [...]
Salmo 80.7 Restaura-nos (aviva-nos, reaviva-nos), ó Senhor, Deus dos Exércitos; [...].

Avivamento bíblico e muito mais que uma manifestação de poder mas, sim um quebrantamento de um povo que se afastou-se Deus é volta-se a Ele, vemos isso em 2Cr 7.14 se meu povo [...] se humilhar, orar, e busca minha face, e se converter [...] perdoarei seus pecados sararei sua terra.
Na nova aliança, o avivamento estava muito aguardado pela igreja, o Senhor Jesus tinha prometido diversas vezes, quando folheamos as páginas dos evangelhos lemos Jesus renovando a promessa em Lucas;
Lc: 24, 49. E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder. Nos escritos de João Jesus deixa claro que a decida (avivamento) do Espírito Santo, convenceria o povo do seu pecado, vemos isso se cumprir em Atos 2 na pregação do apóstolo Pedro.

At: 2.37-38
37. E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos?
38. Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
No NT avivamento e algo indispensável na vida da Igreja. A palavra grega para avivamento é (αναβίωση- anavíosi), tem outros sinônimos como (anakoinoo) e (egeiro), seu conceito básico e reacender uma chama que se apaga aos poucos (Cf: Is 42.3), já em 2Tm 1.6 aparece (avivar) como despertar na versão ARC, na versão  NVI aparece conserva viva a chama, tem um sentido mas amplo como uma planta que lança novos brotos e floresce novamente (Cf jó 14.7). A igreja que começou com 120 membros experimentou dessa tão grande experiência de novos brotos (novos crentes) após o pentecostes vejamos:

Atos 2.41 - quase 3 mil membros
Atos 4.4 - quase 5 mil membros
Atos 5.14 - uma multidão é agregada à igreja
Atos 6.7 - o número dos discípulos e multiplicados
Atos 9.31- A igreja se expande para Judéia, Galiléia e Samaria
Atos 16.5 - igrejas são estabelecidas e fortalecidas no mundo inteiro (começaram as missões ).

O verdadeiro avivamento sempre está relacionado com salvação de almas e quebrantamento de coração como registrado em algumas passagens que citaremos
Atos 8.14-16 - os samaritanos creem e recebem o Espírito Santo.
Atos 10.44-45 - Centurião Cornélio e toda sua casa se converte após a mensagem avivada do apóstolo.
Atos 16.25-26 - O carcereiro de Filipos se converte com toda sua família.
Agora que entendemos a definição bíblica de avivamento, vamos para segunda parte o "movimento".

Não há uma definição etimológica na Bíblia sobre a palavra em destaque mas entendemos que "movimento" é a ação de mover-se, alteração do lugar ou posição ou impulso da paixão que se eleva da alma.

O movimento é pontual e passageiro, faz com que as pessoas se emocionem, pulem, cantem e se entreguem de maneira superficial, mais motivados pela atmosfera psicológica que é criada do que por um verdadeiro senso de arrependimento e submissão. No meio pentecostal existe um termo que separa pessoas que fazem uso desses movimentos que é "os movimenteiros" logo sabemos que tais pessoas manifestam ações ditas "pentecostais" quando na verdade é pura manipulação da massa, como se fosse algo espiritual, vemos cristãos que colocam o que é principal como secundário e o que é secundário como principal. Materializam o espiritual e espiritualizam o material. Buscam as outras coisas, para depois buscarem o Reino de Deus e sua justiça. Ajuntam tesouros na Terra, e não no Céu.



Se os heróis da fé pudessem ver a metamorfose espiritual que a Igreja se encontra hoje, haveria lágrimas em seus olhos, eles são conhecidos como heróis justamente por darem suas vidas pela igreja, de se doarem em busca de um avivamento legítimo e bíblico.

Ao “viajar” pelo livro heróis da fé é quase impossível que alguém não seja contagiado pelos relatos e emocionado pelos acontecimentos. Por aqueles homens extraordinários que incendiaram o mundo com a mensagem da cruz.

Esses heróis tinham uma profunda comunhão com Deus e durante o decorrer de suas vidas lutaram na batalha espiritual por meio da oração, propagação do evangelho e uma firme convicção de fé Naquele que lhes havia chamado das trevas para a luz. Suas vidas tornaram-se instrumentos poderosos; traziam nas mãos a palavra, nos ombros a cruz, e, no coração o desejo ardente de pregar a Cristo.
Dentre eles:
Lutero “O reformador”, João Bunyan “Sonhador Imortal”, Jônatas Edwards “Grande despertador”, João Wesley “Tocha tirada do fogo”, Charles Spurgeon “O príncipe dos pregadores”, Moody “Célebre ganhador de almas”. Cristãos que marcaram a história secular e eclesiástica com avivamentos espirituais que transformaram vidas, famílias, igrejas, cidades e até mesmo nações, embasados e dirigidos pelo Espírito Santo de Deus. E bom lembrar são homens de doutrina reformadora, e nem todos criam no movimento pentecostal, mas eram heróis avivados.

Agora que conhecemos os dois lados da moeda oque tem a ver o texto áureo do estudo? Na verdade tem tudo em comum, quando o profeta Elias desafiou os profetas de baal para ver qual Deus responderia com fogo ( um avivamento ou despertamento espiritual), eles usaram a principio os mesmos matérias como:

* ALTAR
* LENHA
* NOVILHO
* AMBOS INVOCARAM O SEU DEUS

Mas Elias se sobre sai usando alguns elementos extras, aos quais faltaram para os adoradores de baal, de forma lacônica vamos apresentar os elementos que Elias usou que diferenciou no momento quando sua oração foi feita, vejamos:

1). Primeiro elemento, UNIÃO.

Vs 30. Então Elias disse a todo o povo: CHEGAI-VOS A MIM, [...].
O primeiro elemento que Elias usou foi a união, à um ditado que diz "a união faz a força" a e verdade nisso a essência do cristianismo e exatamente isso a unidade da Igreja, uma igreja não pode ser avivada sem união sempre que ocorre um avivamento TODOS estavam juntos vemos isso no livro das crônicas de Israel.
2 Crônicas: 20. 13. E todo o Judá estava em pé diante do Senhor, como também os seus pequeninos, as suas mulheres, e os seus filhos.
14. Então veio o Espírito do Senhor no meio da congregação, sobre Jaaziel, filho de Zacarias, filho de Benaías, filho de Jeiel, filho de Matanias o levita, dos filhos de Asafe.
No dia de pentecostes
Atos: 2.1,4
1. Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar.
4. E todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.
Elias sabia que o povo estava dividido, e O Eterno não opera onde a divisão ou facção, hoje infelismente estamos vivendo um tempo de hipocrisia religiosa onde não existe união cada um que faz seus eventos "pentencostais" melhor que o outro e querem que seus membros acreditar que isso é "avivamento" Lamentável !!

2). Segundo elemento - ALTAR

Vs 30b. E Elias reparou o ALTAR do Senhor, que havia sido DERRUBADO
O altar fala da nossa vida, como está nossa vida? Digna de receber um avivamento, O fogo (avivamento) do Senhor, não desce em altar estranho. O fogo consumidor do Pai é Santo.Como esta seu altar? Qual oferta tem preenchido o altar do seu coração? Não seja lugar de visitação, seja lugar de habitação do Espírito Santo, zele pelo seu Altar. O apóstolo Paulo deixa um alerta a cerca desses homens, hipócritas, com consciência cauterizada, (Cf 2 Tm 4.2). Na  epístola de Judas, encontramos um relato muito triste e revoltante no verso 16 diz que os homens não teriam zelo nenhum pelo altar, fazendo manipulação em seus púlpitos. Estes são murmuradores, queixosos, andando segundo as suas concupiscências; e a sua boca diz coisas muito arrogantes, adulando pessoas por causa do interesse.
Que nosso altar possa sempre concertado com pedras das promessas de Deus.

3). Terceiro elemento LENHA

Vs. 33a. Então armou a LENHA.
Lenha, símbolo da oração que faz com que o fogo do altar não se apague, temos a obrigação de sempre mantermos acesso o nosso altar, devemos sempre tirar as cinzas (renovação), e colocar lenha para que o fogo continue ardendo, temos a necessidade da oração para falarmos com Deus e receber vida constante em sua presença. Infelizmente muitos hoje usa um método chamado púlpitocracia, onde o fogo só pega, queima diante de um púlpito, microfone e uma platéia, canso de ver "pregadores" e "cantores" que parecem estátuas no culto até pegar no bendito microfone, após isso "pregam", "cantam" até "profetizam". Muita hipocrisia

4). Terceiro elemento REGO

Vs. 32b. depois fez em redor do altar um REGO, em que podiam caber duas medidas de semente.
Elias faz um rego bem largo que representava a separação do crente com o  mundo, Quem quer experimentar um avivamento genuíno não pode viver com comunhão com o mundo de pecado, João deixa isso claro quando escreve;
1 Jo: 2.15.Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo.
Não existe avivamento quando nossa comunhão e com o mundo

5). Quarto elemento, Quatro cântaros de água

Vs 34a. Enchei de ÁGUA QUATRO CÂNTAROS, e derramai-a sobre o holocausto e sobre a lenha.  Temos aqui dois pontos o primeiro. a) a água que representava a pureza do sacrifício ofertado. O segundo ponto, b) os quatro cântaros simbolizava os quatros futuros evangelhos que por sua vez representa a PALAVRA, não tem como acontecer avivamento sem a palavra do Senhor, ela que penetra na nossa alma afim de encontrar um quebrantamento. Cf.Ne 8.9 [...] o povo chorava ouvindo as palavras da lei do Senhor.
Conclusão.                                                                                                                                Com esses elementos específicos e verdadeiros, que Elias venceu o grande desafio. Precisamos olhar para nos com um olhar analítico e ver oque volta em nos para alcançarmos um avivamento genuíno da parte de Deus nosso Senhor. Para que através de nós muitos possam dizer;
SÓ SENHOR É DEUS ! SÓ SENHOR É DEUS.

Por: Paulo Sérgio Rodrigues Meira (Colunista do Blog)



BIBLIOGRAFIA
Mini enciclopédia. Orlando Boyer (CPAD)
Enciclopédia temática da Bíblia (SHEDD)
Para onde caminha a igreja. (HAGNOS) Hernandes dias Lopes
Bíblia de estudo aplicação pessoal (CPAD)
Bíblia NBV (MC)
Bíblia ARC (SBB)
Bíblia ACF (ATOS)








3 comentários:

José Gerlan disse...

ÓTIMO ARTIGO, RECOMENDO QUE TODOS LEIAM E QUE JUNTOS POSSAMOS APRENDER A PALAVRA DO SENHOR!

Natanael D'Oliveira disse...

Muito bom, distinguir avivamento no meio de tantos movimentos estranhos existente no meio evangélico é necessário conhecimento bíblico e Dom de discernir os espíritos. Pois é expiração é carnal e também demoníaca. Paulo Sérgio é um respeitado crente em Jesus e aplicado estudioso da Bíblia buscando sempre viver o que prega.

sergio rodrigues disse...

Obrigado, Deus continue abençoando, esse é nosso intuito aprender sempre a palavra, e transferir pelo nosso viver e nos ensinamentos.

Seguidores

Wikipedia

Resultados da pesquisa